Notice: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE in /home/aplako/contas/quatro/novo.jfbonfim.pt/www/sgc/Lib/Langs/lang.class.php on line 30 Junta de Freguesia do Bonfim | História da Freguesia
Bem-vindo(a) à Junta de Freguesia do Bonfim!
Siga-nos em

História da Freguesia


Partilhe nas redes sociais:

Bonfim é uma freguesia da cidade do Porto que conta, atualmente, com 177 anos de existência. A freguesia e paróquia do Bonfim foram criadas a 11 de dezembro de 1841, por decreto governamental assinado por Costa Cabral durante o reinado de D. Maria II. A freguesia constituiu-se, então, por meio de um pequeno território que foi suprimido à freguesia da Sé, ao qual se somou também uma parte do território pertencente às freguesias de Santo Ildefonso e de Campanhã.
 
Em meados do século XIX, o Bonfim tornou-se no principal polo industrial da cidade do Porto, no qual predominava a indústria têxtil. Na paisagem destacavam-se as altas chaminés e a movimentação apressada dos operários das fábricas, que pautava o quotidiano da freguesia. De facto, naquele período, o Bonfim assumia-se como um verdadeiro cluster industrial, detendo o maior número de operários e estabelecimentos fabris de que há registo na cidade. A instalação massiva de fábricas nesta parte oriental da cidade do Porto conduziu à multiplicação de uma solução habitacional conhecida como «ilha», que se foi espraiando um pouco por toda a freguesia, mas com maior expressividade em S. Vítor, Gomes Freire e Praça da Alegria.
 
Ao mesmo tempo que proliferavam «ilhas», foram-se erguendo grandes palacetes, construídos com materiais de qualidade e mandados edificar por capitalistas, industriais e grandes comerciantes, muitos deles brasileiros de torna-viagem que enriqueceram em Terras de Vera Cruz. Nestes edifícios encontrávamos espécies exóticas dessa terra longínqua e soluções arquitetónicas inovadoras que marcaram uma época e que ainda hoje podem ser apreciadas. Muitos desses «brasileiros» – como assim eram conhecidos – investiram largas somas de dinheiro na freguesia, não só nas suas habitações, mas também nas fábricas de tecelagem e cerâmica e em melhoramentos infraestruturais. 
 
Mais recentemente, as fábricas de outros tempos deixaram de laborar e deram lugar a diferentes atividades económicas, tais como o comércio e a restauração, as estruturas vocacionadas ao ensino e à saúde, as instituições bancárias, as pequenas empresas e os serviços, sendo importante não esquecer o turismo, que age como divulgador e impulsionador da cultura e do património da freguesia do Bonfim.
 
Saiba mais sobre a freguesia do Bonfim:


Município do Porto
Junta do bonfim
Metro do porto
Polícia de Segurança Pública
Segurança Social
CTT - Correios de Portugal S. A.
Farmácias Portuguesas
Autoridade Tributária e Aduaneira

Subscreva a nossa newsletter

Fique a par das novidades da sua Freguesia!